. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




19 de novembro de 2006


Tá certo, vou contar. Eu tava numa super festa. Super super festa. Muita gente bonita e gente dançante e gente paquerante e...apareceu Fábio Júnior, O cantor. E deu a loucura na minha cabeça e eu fui lá e beijei o cara. E de repente eu era A foda da festa. A melhor. A que beijou Fábio Júnior.

Mas chegou a hora do intervalo para o almoço e quando a festa recomeçou, eu era a mais feia e excluída. Todos me largaram lá e só consegui fazer amizade com um tal de Erick que tinha 17 anos e era punk. Ele era grudeeeeento e, puta que pariu, falava muita merda e fazia parte de um fã-clube.

Então eu resolvi andar para achar Fábio Júnior de novo e voltar a ser A foda e A popular, mas ele já tava bêbado, dando em cima de qualquer mulher e levando fora de todas elas, que saiam de perto fazendo cara de nojo.

Deprimida, sai para tomar um ar. Maldito ar. Encontrei a turminha reunida (a que me largou!) e, surpresa, meu irmão tava comandando a farra. Sentei com eles me fingindo de desentendida e foi quando reparei que um casal lá longe tentava se esconder. Era o cara que eu gostava que tava ficando com uma menina de cabelo pixaim. Meu irmão me olhou com cara de pena e todos começaram a sair de fininho.

Eu, a menina-monstro, fiquei lá ainda um tempo sem saber o que fazer e resolvi bolar um plano. As pessoas começaram a voltar e a primeira parte deu certo: meu irmão tava chegando com um ex-ficante meu, lindo de morrer, que há tempos eu não via. Tudo que eu tinha que fazer era conversar muito com ele para que o idiota da menina do cabelo pixaim morresse de ciúme.

O ex-ficante lindo me viu e veio correndo me abraçar. E começou a me rodar no ar. E rodou e rodou e rodou e, ai meu deus do céu, eu vou vomitar. Antes que isso acontecesse e na empolgação, tasquei um beijo na boca dele. Depois do beijo de cinema, olhei pra ver o menino e a menina do cabelo pixaim e eles não tinham nem prestado atenção na cena. Desconsolada, percebi que o ex-ficante tinha saído de perto, e meu irmão, com mais cara de pena ainda, veio conversar comigo: "Olha só, ele me disse no caminho pra cá que gosta muito de você, mas que é só amizade mesmo."

The end. Me chamaram pra almoçar.

Agora alguém me diz que eu não passei as minhas preciosas 12 horas de sono do fim de semana me fudendo desse jeito, por favor. Parece que o só-me-fodo-brasil não é só na vida real, hein?!

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online