. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




17 de setembro de 2006


Uma pessoa normal consegue passar quanto tempo sem escrever? Escrever que eu digo é escrever qualquer coisa, assinar um nome, papel, caneta, computador. Veja bem, eu não sei, mas nem papel, nem caneta, nem blogs, nem aulas. Tá difícil concentrar em qualquer coisa.

Tudo que eu queria era um fim de semana sem noção nenhuma nessa vida. Nem foi. Eu to verde já. Passou do branco pra o verde-hulk. Alma penada tá perdendo feio. Não é só questão do eu-to-com-falta-de-sol, é lodo acumulando também.

Nem livro, nem filme, nem diversão. E eu sou uma pessoa totalmente compreensiva com o cansaço das outras pessoas, até porque eu fico cansada até quando não faço nada. Só a rotina de acordar, tomar café e tomar banho já me dá aqueeeela canseira toda, então a gente entende. Nem praia, nem cinema. Ah, um choppinho sábado à tarde foi o auge do divertimento do fim de semana. Mas também, vou dizer, quinta eu exagerei horrores, nem conto! Hein? Porque não!

Aí eu sinto falta, né, porque são mais 5 dias esperando pelo próximo fim de semana. E 5 dias de pura enrolação porque também tem todo o problema da concentração e blá blá blá!

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online