. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




7 de agosto de 2006


Pedaços.

Cabeça nas nuvens e os pés no chão. Dias malucos. Acumulado de dias sem rotina e sem sentido. Sextas e sábados de toca ou de festinhas até amanhecer.
Sem saco para telefone ou notícia para os mais distantes.
O correio também anda caro, o preço do Sedex tá um horror.

A festinha de sexta foi o melhor do fim de semana, e abriram a porta com cara de espanto porque seria a décima farrapada. Mas uma força superior me encaminhou até lá e já passava da uma da madrugada. Minha irmã e Cibelle toparam a ida pra tal festa-estranha-com-gente-esquisita-lá-onde-judas-perdeu-as-botas. E vou logo adiantando: a zona sul tem me oferecido as noites mais divertidas. 3 ices e 2 copos de suco gummy, nada de coisa forte porque eu viajaria logo cedo e tudo que eu menos tava precisando era de uma ressaca. Gente nova, coincidências, gente divertida, gente chegando às 4 da manhã (atrasando nossa volta pra casa, hein!), palavras embriagadas, amnésia, fotos, dia amanhecendo na beira-mar...Passei a noite brigando com um sub-17 que teve a ousadia de falar em alto e bom tom que Chico Buarque era música de velho e que só a vó dele poderia gostar de algo assim. É a idade chegando, minha gente! A paciência pra esse tipo de coisa tem que ser maior.

Algumas pessoas ficaram dormindo pelo sofá da casa, mas eu tive que voltar. Cheguei em cima da hora da viagem e sem mala feita. Só não levei muito grito porque meu irmão tinha sumido. Bendito seja.

A viagem pra casa dos meus avós foi legal, tirando o sono, o frio e o cansaço. O domingo foi MUITO estressante e eu cheguei acabada.

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online