. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




2 de julho de 2006


Tatá ® diz:
é por isso q to triste
Evandro diz:
entendo como é
Evandro diz:
a vida as vezes é uma busca irrealista
Tatá ® diz:
pare...nao quero acreditar nisso

Ah as pessoas!

Meu problema é não conseguir me acostumar com a vida desse jeito que ela é. Querer sempre mais é difícil porque a procura parece infindável e tantas vezes desesperançosa.

Aí eu acho que mereço mais do que tudo que ando recebendo, do que tudo que me aparece. Aí jogo milhões de oportunidades-mais-ou-menos fora. Jogo fora aquele namoro mais ou menos, aquela profissão mais ou menos, aquele sonho mais ou menos, aqueles amigos mais ou menos.

Muitas vezes tenho ânimo para acordar todos os dias e fazer por merecer tudo do jeito que eu quero. Mas muitas outras vezes não, e aí começo a aceitar tudo. Isso não pode ser assim. Me sinto mal.

Evandro diz:
mas tb será q não aceitar muitas coisas não nos torna muito duros?
Evandro diz:
sei lá.. mas talvez tb tenha q ser assim né?
Evandro diz:
ultimamente tou deixando tb passar algumas oportunidades
Evandro diz:
simplesmente pq elas nem parecem ser interessantes pra mim..
Evandro diz:
talvez chegamos num estágio q queremos algo realmente bom... o melhor q a vida possa nos oferecer
Evandro diz:
e pra isso temos q abrir mão de outras "pequenas" coisas q nos são apresentadas
Evandro diz:
é aquela coisa
Evandro diz:
vc quer casar ou quer encontrar o homem da sua vida?
Tatá ® diz:
incrivel como tu saca as coisas!

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online