. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




26 de junho de 2006


A Outra Rota

Eu vou fechar as contas e me mandar
Me ajoelhar, pedir perdäo
Depois te perdoar
Você näo merece o que eu te fiz
Só pra te machucar
Como se forte fosse eu

Eu tou em outra rota pra outro lugar
Eu quero as coisas certas
Eu quero te falar
Você näo merece o que eu te fiz
Tentando te mudar
Como se o certo fosse eu

Agora somos só nós dois
Olhando pros lados
Depois de tanta estupidez
Agora somos só nós dois
Olhando pros lados
Já nem te vejo mais

E acreditar, acreditar
Mesmo sem ver as provas
De cada corte de sangue
E a vida se renova
Você sabe o que eu já fiz
E do que fui capaz
Mas fica entre nós


posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online