. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




26 de junho de 2006


01:40 da madrugada. Telefone toca.
Eu sozinha em casa e minha irmã dormindo!

- Alô?
- Oi!
- Oi? Quem é?
- Oi, você mora em ...
- Sim. Quem é?
- Oi, eu tô te vendo de longe! (com voz sensual)
- Não tô gostando da brincadeira. Quem fala?
- Eu tô te vendo. Você tá no quarto?
- Não!
- Na sala?
- Não!
- Aonde então?
- Pendurada no teto!
- hehe. Você tá sozinha?
- Olha, tu me liga essa hora, não diz quem é e fica falando besteira? Tchau!

...

De novo.

- Alô? (voz de irritação)
- Oi, desculpa. Acho que tô ligando para a pessoa errada.
- Também acho!
- É, acho então que não é você!
- Realmente. Eu não sou eu mesmo! Tchau!

...

Mais outra vez.

- ALÔ!!!!
- Você não mora em...
- Não! (Menti)
- Então o 102 me enganou!
- Quem?
- O 102, serviço de informação.
- Deve ter sido, até porque meu telefone não tem registro lá.
- Ah. Por que você não quer conversar comigo? Seu namorado tá perto?
- Não, eu sou lésbica. Tchau!

Mereço?

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online