. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




16 de maio de 2006


Estou meio na lua, em transe, aérea por esses dias. Abestalhadíssima com os livros que ganhei. Não desgrudo e até leio no meio da aula de contabilidade quando o professor olha de lado.

Adriana Falcão e Martha Medeiros têm preenchido meu tempo, minha cabeça, meus minutos livres e horas de insônia. E juro, tenho ficado com sorriso congelado daqueles de dar caimbra.

Queria sair postando aqui um monte de trechos que tive vontade de beber as palavras e muita vontade de virar amiga íntima dessas duas.

De Pequeno Dicionário de Palavras ao Vento:

"Xeque-Mate: Quando só resta ao rei imitar o poeta e pedir pra tocar um tango argentino."

"Adolescente: Toda criatura que tem fogos de artifício dentro dela."

"Separação: Um tchau comovido por não prever um oi tão cedo."

Martha fica pra amanhã. Por hoje, deixo o blog dessa menina, muito bom e o mais novo vício: Filosofia de Pára-Choque

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online