. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




13 de novembro de 2005


Ninguém tem noção do que foi a noite de ontem. Mágica, velho! Minha amiga brasiliense-carioca no meio do show de Cordel "cara, ainda me perguntam por que eu gosto tanto daqui...a resposta tá nisso aí!". O amigo brasiliense dela: "eu já fui pra três shows deles, mas nada foi parecido com isso. Isso vai ficar marcado pra sempre!"

Não tinha mais ninguém, parecia que o show era só a gente ali, poucos metros de Lirinha. Palco com meio metro de altura e ninguém na nossa frente.

E quando acabou, tive a brilhante e mesma idéia de sempre de ir pro lugar-fantasma...Recife Antigo de novo. Chico Science tocando no som da Rua da Moeda e uma merda. Tirando nosso passeio turistico (haha!) pelo Marco Zero, sendo carregada nas costas, aquilo lá tava ruim. Ainda queríamos ir lá no monumento depravado de Brennand, mas o carinha do barco já tava dormindo (na casa dele!).

A única coisa que a gente conseguiu fazer foi voltar pra casa e ouvir Bob Marley até o dia amanhecer. E rir muito.

O que a gente não faz em grupo que não se torna perfeito, hein?! Ninguém tem amigos melhores que os meus não!

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online