. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




23 de outubro de 2005


Cheguei agora do show...era para ter sido, e acho que até foi, muito bom. Mas como a nuvem negra se deu ao trabalho de ir atrás de mim, poderia ter sido muito melhor.

Mais uma para a coleção de tragédias hilárias.

Agora tô aqui, insonia dominando, esperando a hora do referendo chegar para ir TRABALHAR. Minha função vai ser a de organizar gordas com cabelo de kolene na fila. E o primeiro "moooça, venha cá!" que eu ouvir, sou capaz de já chegar distribuindo voadoras na caixa dos peitos delas.

E tinha muitas gordas dançando em cima do palco. Só não falo mais porque minha barriga tá do tamanho da de uma baleia assassina. Mas eu não subo no palco, né? Eu não me dou ao desfrute de dançar com Jorge Ben Jor e sacudir a barriga para ela acompanhar o samba também. Deus, e como teve gente que fez isso...e eu lá, contragida, porque sou daquelas que sofre de vergonha alheia. Eu quase até enfiei minha cabeça no chão em solidariedade a elas.

E samba como esse tão legal...e banhas pulando, tremendo, vibrando, saindo das roupas...e elas no palco "nossa, Jorge Ben Jor é bom demaiiiiiiis! Descendo até o chão agoooora!". E Jorge Ben Jor achando tudo muito LIIIIIINDO! Que maravilha, que maravilha ô!

..

Ai, pai. Tem pena dessa pobre alma morrendo de vontade de dormir, vai!
:)

Diga NÃO ao dia do referendo. Boicote e volte pra dormir.

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online