. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




30 de setembro de 2005


Vou contar. Eu tô de bobs no cabelo. Bobs, minhas gentes. Dona Florinda em pessoa. Na maior lombra por causa do laquê! Repare bem, tem que falar fazendo biquinho de fresca: la-quêêê!

Socorro...eu - praticamente um homenzinho num corpo de mulher, daquelas que senta de perna aberta e só abre a boca pra falar palavrão - tô assim, esperando a hora de me arrumar para o tão esperado baile de medicina.

Mas juro que tô trancada n'um quarto com cortinas fechadas. Mentira, minha terapêuta me ensinou a deixar as pessoas rirem da minha cara. E fui, durante 5 minutos, motivo de risadagem de quem viu essa cena HORRENDA pela webcam.

O laquê dá lombra mesmo!
Viciei!

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online