. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




2 de setembro de 2005


Ontem foi quase como nos velhos tempos do Jaime Arôuxa. Suvaca di Prata ali no palco, tocando Jorge Benjor. Ganhei a noite quando ouvi Bebete Vambora. Deuuuus, essa banda tem uma energia massa, nunca vi!

É, graças aos céus, mês de setembro começou. Meio radical falar assim, mas o fundo do poço incomoda pra caráleo. E agora estamos todas nós (sim, porque a bruxa também visitou minhas amigas todas) se levantando, saindo do buraco negro. Me perguntem não, mas arrumei força pra sair do baixo astral do ciclo julho-agosto e agora (espero eu!) as coisas estão se normalizando.

Nem dói mais. Nem incomoda tanto. Tudo está mais ameno.

Eu só quero ficar assim durante muito tempo agora...naquela fase do sair-beber-se-divertir-com-amigas-e-voltar-pra-casa-com-barriga-doendo-de-tanto-rir.

A noite de ontem foi uma amostra grátis do que eu espero que venha daqui para frente. A parte engraçada da história fica por conta de Beta, logo mais na sequência, quando a ressaca dela passar.

Preciso força de vontade e de pequenas curas para dores maiores. E também fechar os olhos para milhares de coisas ao redor. Um dia vou estar completa de novo. Agora está mais perto do que longe.

=)

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online