. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




22 de setembro de 2005


É, acabei o livro em um gole só. Comecei tarde da noite e só larguei quando cheguei no ponto final. Depois fiquei pelos cantos toda ai-ai.

Ontem fiz meus pais lerem também. E eles também leram n'um gole só.

E hoje, eu queria não ter lido pra poder ler de novo. Mesmo depois eu ficando songamonga pela casa porque ele é todo lindo. Todo ingênuo e fácil de ler e de suspirar a cada frase perfeita.

Recomendo não só a leitura, mas também a aquisição.

(Para Manu, caso ela passe aqui: Lá na Imperatriz tem o Cartas para Alguém bem Perto, caso tu ainda tenha interesse!)

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online