. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




11 de março de 2003


. Embriagapost .

Cheguei da praia, já tomei banho. Mas bebi tanta cerveja que ainda tô aqui totalmente dormente. Dormente, buRaldo, significa que estou bêbada, tentando acertar as teclas e escrevendo bem devagar.

Mas foi massa. Ganhei uma pulseira do meu melhor amigo e coloquei no tornozelo. Ele chegou lá com a mochila dele, veio de casa direto pro trabalho, com uma parada antes na praia pra beber cerveja com a gente. E bebemos um montão. Antes de ir embora, praia quase vazia, foi o que houve de mais cômico. Um grupo de homens-velhos-bem-trashes paquerando a gente, então Pulso (mais bêbada de todas) de repente deu um beijo na minha boca , e depois, na de Maurício. E nossa diversão foi vê-los impressionados, vendo coisas de outro mundo. Também tentou beijar Katiane na frente deles.

Acho que passei protetor solar de uma forma meio louca, virei um camarão quadriculado. Toda ardida e vermelha. Ainda bêbada, falando no msn com Maurício, bêbado também.

-------- X --------

E cheguei em casa e recebi uma ligação dos céus. Faz tempo. Tanto. Amanhã ainda. Talvez mais. Distante e tão perto. O QUE A GENTE NÃO TEM NUNCA, A GENTE TEM PRA SEMPRE! Anotem isso, crianças. É sério e verdadeiro.

Mas tenho visões estranhas. São placas dizendo PARE...PROIBIDO SEGUIR EM FRENTE...PERIGO...e vários sinais vermelhos na minha frente. Mas quem sou eu para desobedecer leis? Já desobedeci, uma infração grave! Hoje eu só sei que nada sei. E nem devia escrever isso aqui, se eu tiver tempo mais tarde, vou apagar.

Desculpa, é tão estranho. Entrelinhas normalmente ninguém entende, ainda mais assim, quando coisas importantes são ditas por alguém que não sabe o que tá dizendo . Mas precisava disso. Ainda preciso de mais, também preciso falar verdades cara a cara. Preciso vomitar tudo que me enjoa. Eu não sei viver coisas boas e perfeitas...preciso errar sempre pra acertar um dia, e eu sei que vou! Um dia vou saber ser feliz. Mais.

Quem sabe ainda sou uma garotinha, esperando o ônibus da escola sozinha. Cansada com minhas meias três quartos, rezando baixo pelos cantos, por ser uma menina má...

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online