. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




11 de janeiro de 2003


Não sei como, mas o meu psicológico resolveu que eu não devo mais dormir à noite. Então o sono só chega quando o sol começa a aparecer. Vejo tv até não conseguir mais, depois o computador me salva. Quando fico de saco cheio, vou ler...até cansar. Depois disso, a única coisa a fazer é ficar olhando pro teto e esperando o sono.

O dia amanhece e ele chega. Mas aí é que tá o detalhe. 6h da manhã: hora do remédio. Durmo mais um pouquinho. 8h da manhã: hora do oooutro remédio. Durmo mais um pouco. 10h da manhã: puta que pariu, desisto de dormir!

Ninguém merece. São 7 tipos diferentes de remédios, várias vezes ao dia. E uma dieta miserável duma figa, horrível de cumprir.
Se virem um urso panda pela rua, nem se assustem, sou eu com minhas olheiras.

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online