. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




14 de dezembro de 2002




Um pouco triste e decepcionada com as pessoas. O estresse já passou, ficou só esse vazio aqui dentro que não me diz nada. Vontade de ficar um pouco sozinha, na minha. Só a palavra do meu anjo conseguiu me fazer sorrir agora. Incrível como ele adivinha quando eu preciso dele e aparece assim, do nada. A lembrança dele me conforta tanto e me deixa tão leve, me faz ver que tem sempre alguém que lembra de mim, mesmo quando eu desapareço em qualquer esquina da vida. Me faz sentir importante, quando eu já cansei de acreditar nisso.

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online