. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




27 de dezembro de 2002


Post reflexivo - parte II

Medo de assustar as pessoas que eu gosto com as coisas que eu digo! Medo de assustar as pessoas com meus sentimentos e meus momentos de fuga. Mas é verdade que não dá pra conjugar verbos no passado em um tempo ainda presente. Acho que a única coisa a ser feita é não pensar. É DEIXAR A VIDA TOMAR CONTA. Não há arrependimentos pelo que passou, de maneira alguma, isso é certo. Se tiver de vir a ser ainda, a vida há de dizer. É legal pensar assim. A espera é mãe das soluções. É o que faz o final ser sempre tão bom ou até melhor daquilo que sempre imaginamos... Muito sábio isso! :)

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online