. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




21 de dezembro de 2002


Invadida por um espírito de compaixão, minha mãe me tirou da cama a pontapés logo cedo. Hoje é o Dia Mundial da Faxina de Final de Ano, justo no meu primeiro sábado das férias. Não podia voltar a dormir com a barulheira então, debaixo de chibatadas, tive que encarar o sono e entrar no clima.

Encarnei o espírito de irmandade e resolvi doar quase todas as minhas roupas. Agora é tarde, meu pai já levou até a igreja perto daqui e nem posso mais me arrepender. Mas tudo bem, essa foi a melhor parte.

Arrumar cds, fichas de faculdade, livros empilhados, roupa suja/roupa limpa, radiografias e exames médicos (que tenho de monte por causa da minha hipocondria), e todas aquelas coisas que não tem mais onde guardar.

A melhor coisa do mundo é fazer faxina num momento de impaciência, porque o resultado sempre é esse: quase nada guardado e muita coisa jogada no lixo! E assim a casa fica bem limpinha sem muito esforço.

posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online