. Calendário .






. Blogs outros .

Antipoético
Às vezes tudo...
Balde de gelo
Brenda Walsh
Canto de detalhes
Carbon Monoxide
Clarah Averbuck
Clarices
Cristiane Lisboa
Estradeira
Filosofia de Para-Choque
Garatuja
Kibe Loco
Namastê
Qual é a sua?
Pena & tinteiro
Playground
Redatoras de merda
Rita Apoena
Tudo palhaço
Um baiano em Sampa
Vodca barata





. Arquivos .




27 de dezembro de 2002


E se um dia eu tiver mesmo que me casar, quero toquem essa música bem alto. Porque ela é fofa e contraria tudo.

DUETO

Consta nos astros, nos signos, nos búzios
Eu li num anúncio, eu vi no espelho
Tá lá no evangelho, garantem os orixás
Serás o meu amor
Serás a minha paz

Consta nos autos, nas bulas, nos dogmas
Eu fiz uma tese, eu li num tratado
Está computado
Nos dados oficiais
Serás o meu amor
Serás a minha paz

Mas se a ciência provar o contrário
E se o calendário nos contrariar
Mas se o destino insistir em nos separar
Danem-se os astros, os autos, os signos
Os dogmas, os búzios, as bulas
Anúncios, tratados, ciganas
Projetos, profetas, sinopses
Espelhos, conselhos
Se dane o evangelho e todos os orixás
Serás o meu amor
Serás, amor, a minha paz

Consta na pauta, no Karma, na carne
Passou na novela, está no seguro
Pixaram no muro, mandei fazer um cartaz
Serás o meu amor
Serás a minha paz

Consta nos mapas, nos lábios, nos lápis
Consta nos Ovnis, no Pravda, na vodca...

Serás o meu amor, serás a minha paz.


posted by Genivalda Joga pedra na Geni!




Powered By Blogger TM

online